*Botando Back in Black para tocar e entrar triunfalmente em 2016* Alô povo! Já cheguei chegando, entrei com o pé direito no blog e também com uma super novidade. Bem, uma notícia nova para vocês, já que eu sei dela desde o ano passado. Na verdade, fui eu que escrevi. Enquanto digito esse post, estou gritando. Bom, só pouquinho. O esperado para uma pessoa que fez algo diferente e está super ansiosa com ela. Mas, vamos começar do início, então vocês podem entender a história direitinho. Peguem um chá gelado, sentem-se e aproveitem.
Era uma não-tão-linda-assim manhã de novembro, mas almoçar com a minha melhor amiga sempre faz o dia ficar melhor. Entre nossas conversas gritadas sobre livros, séries, personagens e afins, pedi para ela me contar do início ao fim o sonho que teve, sobre o qual estava falando no intervalo. Ele era tão fofo, além de fazer um sentido absurdo para um sonho (já que os meus são quase sempre desconexos) que na hora eu falei para a minha amiga "nossa, dava até para criar uma fanfic". Mal sabia eu que meu primeiro conto sairia dali.

Durante o dia, essa ideia não saiu da minha cabeça. Escrever era algo novo e meio assustador, mas além de achar que eu devia pelo menos tentar, queria que minha amiga tivesse algo para se lembrar de mim, já que ambas sairíamos da escola em 2015. E foi assim que Missão Calu nasceu.
O nome pode não ser dos melhores, mas eu iria entrar em um profundo embate comigo mesma caso escolhesse um título clichê, e provavelmente desistiria de escrevê-lo se contivesse um trocadilho com a palavra jogo (sim pessoal, tem videogames no conto!). Porém, todo mundo que leu até agora adorou. São apenas 6 pessoas, mas isso já significa muito mesmo para mim.



Depois de estar decidida a escrever o sonho, precisei apenas de algumas perguntas sutis para a minha amiga e um pouco mais de duas semanas, e ele estava pronto. Foi uma loucura. Quando estava fazendo a revisão, não parava de pensar que a estava uma droga e que ela iria odiar, mas eu já havia escrito ele mesmo, então dane-se.
Nem pensar que eu entregaria meu primeiro conto por email, então fui imprimir na loja do meu avô. A tinta lá estava fraca, mas eu sabia que minha amiga entenderia. Já tinha dito para ela que queria lhe dar algo no dia seguinte, e não me atrasaria ainda mais por conta de alguns borrões nas palavras. O pior, notei depois, é os parágrafos haviam saído tortos.



Sabia que ela não reclamaria, mas eu estava bem descontente com aquela impressão. Poxa, não me esforcei tanto para aquele ser o resultado final. Também tinha me esquecido de imprimir a capa provisória, então decidi que faria tudo novamente no dia seguinte, no colégio. Só não contava com o fato de ter esquecido de pedir mais dinheiro para o meu pai.
Uma coisa que todos que frequentam a escola, principalmente as particulares, sabem: a impressão é cara. Muito. Então quando cheguei com 10 reais no dia seguinte, sabia que sobraria bem menos para o almoço, mas eu conseguiria me virar. Entretanto, não custa tentar pedir um desconto. Como eu sempre chegava cedo no colégio, só a tia da informática estava lá. Os caras da TI, que eram bem menos sucintos a baixar o preço da impressão, só chegavam mais tarde. Agora era tarde demais para não ser um pouco cara de pau.




- Oi tia. Eu preciso imprimir uma coisa, só que são várias páginas. Eu só tenho dinheiro, realmente não posso esperar para comprar uma ficha, pode ser? 
- Tudo bem, o que é?
- Só um negócio, um trabalho - Desconversei. Eu não iria contar para a tia da informática que havia escrito um conto quando ninguém sabia ainda. - Então... será que tem como você me dar um desconto?
- Um desconto? - Ela riu, provavelmente achando graça de uma aluna pedindo para imprimir mais barato. - Nós aqui da informática não temos como dar desconto. - Disse, mas sem muita convicção. - Quantas folhas são?
- Uma 14, 15. - Talvez um pouco mais. - Qual seria o valor?
- Tudo bem, olha só, isso ficaria R$ 6, mas posso te fazer por R$ 5,00.
- R$ 5,00? É que hoje eu esqueci de pedir dinheiro para o meu pai, eu só tenho R$ 10,00. Será que não tem como diminuir um pouco mais o preço?
- Bom... - Ela olha para mim, e acho que está pensando se eu estou inventando tudo aquilo ou não, mas depois percebo que só está decidindo o que fazer - Você já tem o que quer imprimir aqui?
- Sim, está no meu email. Faltam só alguns ajustes.
- Então vai lá e termina rapidinho, que eu vou imprimir sem te cobrar nada dessa vez. Não vou te deixar sem almoço. Mas tem que ser antes de os rapazes da TI chegarem, senão não tenho como.
- Aham, tá, já estou indo. - Eu digo surpresa, e vou correndo terminar de colocar a capa no arquivo do word. Quando está tudo pronto, e a tia da informática já está imprimindo o meu conto, ela fala que eu deveria agir como se já tivesse entregue as fichas de impressão a ela, e só digo que tudo bem, mal podendo esconder a minha felicidade. 


Essa cena da reimpressão se estendeu um pouco mais, porém vocês já sabem do mais importante. Quando eu ia esperar que a tia da informática fosse ser tão querida comigo? Agora se preparem, pois irão aprender como se entrega uma livre adaptação de um sonho para alguém.
Estava quase na hora de bater o sinal para o primeiro período, e eu estava muito nervosa, totalmente ansiosa para que minha amiga chegasse logo, ou que, talvez, nem fosse na aula naquele dia. Não sabia o que era melhor. Mas logo ela estava ali na porta de entrada, e antes que eu mudasse de ideia, pedi que esperasse, falando que o aquilo que eu queria dar para ela estava pronto. Entretanto, isso saiu mais ou menos como "eu... hãn... tá, olha eu fiz isso aqui para ti, se tu não gostar pode levar para queimar nas profundezas do inferno, mas volta, e então eu nunca mais escrevo nada na vida." E então eu joguei o conto sobre a pastinha dela e saí correndo, literalmente, para a aula de educação física. Like a boss.



Se tem uma coisa sobre mim que talvez vocês já tenham percebido, seja por causa do blog ou apenas dessa postagem, é que eu sou muito crítica, principalmente comigo mesma. Sabia que era provável que a minha amiga gostasse da história, mas também pensava que ela poderia odiar. Felizmente, o extremo oposto aconteceu.
No intervalo, uma colega veio avisar que minha amiga loirinha estava me procurando. A única coisa que eu conseguia pensar era "droga, não quero me encontrar com ela agora, não quero saber a reação dela". Sinceramente, eu tinha pensado em me esconder no banheiro, mas achei que ela já podia ter desistido de me procurar, e fui para a sala. Em 5 segundos, um furacão loiro apareceu gritando, principalmente "MEU DEUS, EU AMEI!" pulando e fazendo outros sons ininteligíveis, e eu tive que arrastar ela para o corredor, mas no processo comecei a gritar também. Resumidamente, passamos o recreio nos abraçando e berrando.



Então, essa é a história resumida, acreditem ou não, de como meu primeiro conto veio ao mundo. Antes de apresentá-lo a vocês, no entanto, preciso postar algumas recomendações, claro! Foi bem difícil para mim deixar outras pessoas lerem, mas era fim de ano letivo e eu já tinha escrito Missão. Decidi que precisava de outras opiniões, então, mesmo morrendo de vergonha, mostrei para algumas pessoas.





Quase que eu infarto com esse último. Minha professora de literatura é legal, mas é do estilo se é para passar vergonha, vamos fazer isso direito. E acho que até hoje ela não acredita que não escrevi para ninguém daquela turma. Um obrigado para a minha amiga tímida, que, incrivelmente, me salvou dessa.
Essas foram só algumas das aventuras pelas quais eu e Missão passamos até chegarmos, finalmente, aqui no blog. Me desculpem pelo post gigante, e espero do fundo do meu coração que gostem do conto tanto quanto as pessoas que leram até agora, ou até mais. Talvez encontrem alguns errinhos de ortografia, apesar de eu ter tido muito cuidado para que isso não acontecesse.



Acabei desistindo de publicá-lo na Amazon, pois isso atrasaria ainda mais esse post, por isso Missão está disponível no Wattpad. Se não gostarem dessa plataforma, podem deixar seus emails nos comentários que eu mando o arquivo em PDF para vocês, então ninguém fica sem ler o conto.

Desculpem novamente pelo post enorme, mas ele vale por todos esses dias que eu fiquei sem aparecer por aqui, haha. Ah, e não se esqueçam de deixar opiniões, seja por aqui no blog, no Wattpad, ou até mesmo no meu email. Podem fazer um banner se quiserem. A opinião de cada um é muito importante mesmo para mim, e dicas e críticas também são bem vindas. Aproveitem!

24 Comentários

  1. Ah, que coisa incrível Rê!!!!! PARABÉNNNNNS!
    É incrível como inspiração sempre vem dos contos mais remotos, não é? Seja de um sonho seu ou alheio, seja de uma música ou um estranho que esbarrou na rua! Eu adoro escrever, mas não sou muito boa em contos, acho que não consigo escrever pouco... Hahahaha

    Adorei a sinopse e quero ler Missão Calu!

    Beijos,

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AI MIDI, NÃO POSSO DISCORDAR, ACHEI INCRÍVEL MESMO, hahaha. Obrigada <3
      Cara, nem me fala! A gente está reformando a casa e eu pensei em incluir pedreiros (??) em alguma cena de uma próxima história.
      Ah, não tive problemas para escrever esse conto, porque sabia como queria que ele terminasse, entende?
      Ai que maravilha que você gostou! Espero que goste do conto também!
      Beijos!

      Excluir
  2. Hi hi , nem sei se lembra de mim, mas decici vir matar a saudade :)
    Tenho uma amiga que ama livros e escrever e a tempos nos estamos pensando em escrever algo e até hoje nada hehe
    Fico feliz por você ter conseguido escrever o seu
    Vey que sorte voce deu com a moça da impressão. É bom saber que ainda existe gente que faz gentilezas por ai
    Aushaushaushasuhaushausha melhor entrega de presente ever :v
    As duas capas da direita ficaram perfeitas *--* sério, da meus parabens pra sua amiga ok? Ela manda muito bem
    Outra coisa que sao lindas sao suas ilustraçoes de postagem, é voce que tira as fotos? Eu estou pensando em começar a fotografar como hobby , quiser dar umas dicas (fica a direta pra postagem) aceito u.u
    Eu vou correr lá pro wattpad e ler. Eu comecei a usar esse aplicativo ontem acredita? Parece que foi o destino :v
    Estava pensando em voltar a blogar (eu era do P de Paranoia se nao se lembra :p ) quem sabe se eu vou voltar faço uma postagem sobre seu conta
    Ah vou mostrar ele pra minha onee-chan (amiga que citei no inicio), acho que ela vai gostar
    Tudo de bom, continue escrevendo
    Bye bye

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nami! Que bobagem, haha, claro que eu me lembro de você. Fico super feliz que tenha resolvido matar a saudade c:
      Pois é, se eu for esperar por alguma amiga, vou esperar para sempre, haha. Aw, obrigada! Sim, foi uma surpresa para mim, e ela ainda foi muito querida comigo. Logo ela, que pensei que não gostava muito de mim!
      Pois é, sabe como é, só para quem tem estilo, hahaha. Ela manda mesmo, pode deixar que ela vai vir aqui ver!
      Sim, eu tiro todas as fotos e faço todas as montagens. Você não sabe o que eu já fiz para conseguir uma boa foto, mas algumas delas envolvem minha mãe segurando um travesseiro, rs. Pode acreditar dá trabalho! E eu ainda pego pesado na edição, então fico muito feliz que tenha gostado delas! Hahaha, uma dica que eu posso dar é: nunca deixe uma foto com sombras, a não ser que essa seja a sua intenção. A diferença de iluminação acaba ficando feia.
      Nossa, mas foi o destino mesmo! Não deixa de postar um comentário lá e avaliar, haha.
      Lembro sim! Não sei porque você parou, eu achava o seu blog uma graça. Aw, isso ia ser muito, muito legal e querido da sua parte! Eu ia amar de paixão flor!
      Acho que ela vai gostar sim! E espero que as duas gostem :D
      Beijão, e pode deixar. Agora que peguei gosto pela coisa, vou continuar!

      Excluir
    2. Meuuuu amor Rena! Divulgando as capinhas que eu fiz!Linda do meu cora <3
      Arrasooooooou mulher no conto e no post!

      http://floresdele.blogspot.com.br/

      Excluir
    3. Hellen meu chuchu <3 Eu falei que não ia deixar elas de lado!
      Coisa linda, obrigada, obrigada Susu! Vou passar lá no seu novo blog.

      Excluir
    4. (não sei se a Nami vai voltar aqui, mas te agradeço novamente em nome dela, haha)

      Excluir
  3. Renata realmente você iniciou 2016 com o pé direito, não achei o post grande não pq estava morrendo de saudades de vc coisa linda. Vou add na minha biblioteca do Wattpad, mas se vc pudesse mandar para meu e-mail seria melhor para mim (alinecoelho24@yahoo.com.br) e prometo ler ainda esse mês, só preciso concluir um livro da Arqueiro antes =)
    Nossa que orgulho e se suas professoras elogiaram e disseram que vc precisa continuar já é um grande estímulo porque elas são profissionais das letras e tem uma leitura mais crítica que a nossa. Enfim fiquei curiosa e amei a capa final, tudo a ver!!! Sucesso amiga. Beijos!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, nem me fala Aline. Ah, também estava com saudades de te ter por aqui amada ^-^
      Tudo bem, claro, eu te mando ele ainda hoje! Claro, espero que goste da história!
      Nem me fala, eu fiquei toda boba, achando que elas só iam falar algo como "hum, está legal", mas elas foram demais (demais mesmo, não precisava querer mostrar para a turma, hahaha). Ai que bom que você gostou da capa também! Fiquei super orgulhosa dela :>
      Obrigada e igualmente, flor! Beijão!

      Excluir
    2. Renata manda para meu e-mail alinecoelho24@yahoo.com.br que vou tentar ler ainda esse mês,
      caso não consiga no início do próximo ok!!??? Beijos e sucesso!!!

      Excluir
    3. Oi flor, te mando sim! Me perdoa não ter te mandado antes, mas eu estava tendo problemas em convertê-lo para PDF.
      Claro, tudo bem :)

      Excluir
  4. Sem querer me gabar nem nada, mas EU TENHO A MELHOR AMIGA MAIS INCRÍVEL DESSE UNIVERSO! Sim sou eu, O furacao loiro que faz sons ininteligíveis e também matou grande parte da aula aquele dia lendo o conto entregue pela Rê numa cabine de banheiro, onde posso ter chiliques e ataques epiléticos tranquilamente. Obrigada de novo Rezinhaaa, por pegar um pensamento aleatório do meu subconsciente e transformar nessa coisa mega fofa e MUITO bem escrita.
    Te adoru <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MENTIRA EU QUE TENH0 <3 Não, tá certo, você tem mesmo a melhor amiga da galáxia. Ah, nada como chiliques e ataques epiléticos sofridos tranquilamente.
      De nada, de nada, de nada, fiz só porque te amo muito e era fofo mesmo, haha.

      Excluir
  5. Que demais, Renata! A história está bem legal, se você continuar também continuarei acompanhando no Wattpad. E as capas são uma mais linda que a outra!
    Também penso em publicar minha história no wattpad quando terminar, mas isso vai levar um tempo idefinido, haha.

    Beijos, sucesso,
    Bia.
    www.minhasleituras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigada Bia! Hahaha, mas ela acabou mesmo :<
      Eu e a Hellen te agradecemos! Que pena, mas daí não deixa de me avisar quando isso acontecer, ok?
      Beijão, obrigada de novo e igualmente!

      Excluir
  6. Amigaaaaaa!
    Para tudo :D
    Que felicidade ver que você escreveu seu primeiro conto!!! Sempre te falei que você tem um dom e não vejo a hora de ler "Missão Calu" *-----*
    Já adicionei o conto na minha estante no Wattpad e mais tarde leio, mas tenho certeza que vou gostar, você escreve super bem!!
    Parabéns querida!!!!!
    Ps. Adorei a capa, mas a terceira ficou um amor ^^
    Beijosss,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AI AMIGA, PARA O MUNDO QUE EU QUERO DESCER. Estou muito feliz mesmo que você esteja contente, haha, e tomara que meu conto corresponda as suas expectativas (ou melhor, as supere, rs)!
      Espero de coração que adore Missão ^-^
      Obrigada mesmo flor! Sabe que era a terceira que eu usaria se não tivesse criado outra? Tá muito fofa mesmo!
      Beijos!

      Excluir
  7. Gente que coisa incriveeeeeeeel! Queria ter sonhos incriveis e legais assim, os meus tbm sao todos desconexos! Apesar que hoje eu tive um sonho e no sonho eu pensei "isso dá um livro", mas era de terror e eu ODEIO terror, ou seja, sentido 0, né? hahaha. Eu também escrevo no wattpad, irei ler <3 Adorei a sinopse e a sua história com a escrita, publicação e entrega hahah ♥ Flores no Outono - Meu novo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que nada <3 hahaha. Pois é, eu que o diga sobre sonhos doidos, onde aparecem as pessoas mais improváveis e situações super malucas.
      Sentido pra quê, né Lexa? Hehehe. Tomara que goste de Missão, então! Pois é, eu sou bem prática, tem que estar tudo pronto, hsuahusahu.
      Vou conhecer seu novo blog, beijo.

      Excluir
  8. Incrível Renata, de verdade, muito legal a maneira como você contou o desenrolar da história, e parabéns por ter feito a tia da informática te dar um belo descontão, essa é a parte mais difícil hahahaha irei ler com certeza. ;*

    Feminices da Lari
    http://feminicesdalari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Lari, que demais que você gostou c:
      Pois é, essa que me aconteceu da tia da informática é uma em um milhão, hahaha! Viva, espero saber mais sobre o que achou do conto!
      Beijão.

      Excluir
  9. ESSE CONTO FICOU MUITO BOM. SÉRIO! (e essa dedicatória, melhor dedicatória da vida AUSHAUHSAUH)
    Sempre quis escrever um conto, mas nunca tive ideias ~muito menos paciência, né~
    Parabéns meesmo, vc merece! Ficou muito incrível! <3 Continua escrevendo!

    Bjs
    Srta. Fantasia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AI, OBRIGADA MESMO BIA (MELHOR DEDICATÓRIA DA VIDA MESMO) <3 HAHAHAHA. Ah, que pena flor. Eu vivo tendo ideia, rs, mas não escrevo, olha que vergonha.
      Que ótimo saber que você gostou tanto assim, sério, fico muito feliz! Vou sim :)
      Beijos!

      Excluir

Comentem, vou adorar saber o que acham do post e do blog! Sugestões são sempre bem-vindas, assim como você c: